Veja quando vai ser liberado o PIS/Pasep 2023 – Jornal Contábil
Veja quando vai ser liberado o PIS/Pasep 2023 – Jornal Contábil

O trabalhador que exerce atividade com carteira assinada tem direito ao abono salarial PIS/Pasep. Neste ano o governo liberou o pagamento do abono referente ao ano-base 2020, porém, milhares de pessoas ainda não retiraram o dinheiro. Elas terão até o dia 29 de dezembro para sacar a grana.

Agora, os trabalhadores estão sofrendo quando serão pagos o abono salarial 2023 referente ao ano-base 2021?

Leia também: Urgência é aprovada para projeto que simplifica obrigações acessórias

Quem vai receber o abono salarial em 2023?

Para receber o abono salarial PIS/Pasep 2023 referente ao ano-base 2021, é necessário que a pessoa tenha trabalhado pelo menos por 30 dias com carteira assinada no ano passado. Também sendo necessário cumprir outros requisitos:

  • Estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos em 2021;
  • Ter recebido em média até dois votos mínimos por mês em 2021;
  • Ter exercido atividade remunerada para Pessoa Jurídica, durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base considerado para apuração;
  • Estar com os dados enviados corretamente pelo empregador a RAIS (Relação Anual de Informações Sociais).

O trabalhador das empresas privadas recebe o abono salarial da Caixa Econômica Federal. E o Pasep pago aos servidores públicos é liberado pelo Banco do Brasil.

Quando será liberado o abono salarial 2023?

A expectativa é que o governo libere o calendário de pagamento no mês que vem, segundo o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), responsável por gerenciar os recursos do PIS/PASEP.

De acordo com as novas regras do benefício, o pagamento do abono deve ser feito para todos os trabalhadores entre os meses de janeiro e dezembro. Sendo assim, o calendário PIS/Pasep 2023 deverá ser lançado em janeiro.

Leia também: Nova Reforma? Lula pode mudar regras de benefícios do INSS

Como consultar o PIS/Pasep?

Para receber o abono é preciso estar qualificado ou seja, estar de acordo com as regras. Será liberado o pagamento referente ao ano-base 2021 e também o residual de 2016 a 2020. O trabalhador poderá consultar informações de dados e valores, por meio do telefone 158 ou acessando a Carteira de Trabalho Digital. Também será possível realizar uma consulta pela conta Gov.br.

O trabalhador com carteira assinada pode fazer a consulta também pelo aplicativo Caixa Trabalhador e Caixa Tem.

Os servidores públicos também poderão fazer a consulta através da central de atendimento do Banco do Brasil:

  • Central de Atendimento 4004-0001, capitais e regiões metropolitanas; você
  • Central de Atendimento 0800 729 0001, interior.

No que se refere às cotas do PIS/PASEP, a consulta dos valores pode ser feita por meio do aplicativo do FGTS (disponível para Android e iOS), ou presencialmente em uma das agências da Caixa Econômica Federal.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.