QUALIDADE DE VIDA É POSSÍVEL COM MUDANÇA DE HÁBITOS E MODERAÇÃO
Foto: Reprodução/O Seu Jornal
QUALIDADE DE VIDA É POSSÍVEL COM MUDANÇA DE HÁBITOS E MODERAÇÃO
Foto: Reprodução/O Seu Jornal

 Os números mundiais de diagnósticos de portadores de diabetes  cresce, sendo que, apenas no Brasil, mais de 16,8 milhões de pessoas convivem com a doença. O Ministério da Saúde estima que essa taxa ultrapasse os 21 milhões, até 2030, porém, apesar de gerar grande preocupação, a doença pode ser controlada com mudança de hábitos para uma melhor qualidade de vida e segurança.

A recomendação de praticar exercícios físicos e manter uma boa alimentação é válida para prevenção e controle da doença. O sedentarismo e, principalmente, o sobrepeso e obesidade, influenciam o corpo a criar uma resistência à insulina e perder alguns quilos colabora para o tratamento.

A recomendação é consumir produtos ricos em fibras, vegetais, legumes e frutas, mantendo atenção aos níveis de carboidratos, influenciadores na alteração da glicose e evitando doces, ultraprocessados e bebidas alcoólicas.

O contato direto com o médico é primordial, tomando os medicamentos adequadamente e fazendo, anualmente, os exames necessários para controle, mantendo atenção aos níveis de glicose, possíveis feridas nos pés e também a saúde de outros órgãos, já que o diabetes compromete outras partes do corpo.

*** Indicamos o presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia – Regional Minas Gerais (SBEMMG), Rodrigo Lamounier, para entrevista sobre os cuidados, após o diagnóstico para diabetes.

Via Gabrielle Silva

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.