Putin voa a bordo de bombardeiro capaz de transportar armas nucleares
Putin voa a bordo de bombardeiro capaz de transportar armas nucleares
O presidente russo, Vladimir Putin, assinando uma foto do bombardeiro supersônico estratégico Tu-160 durante sua visita à Fábrica de Aeronaves de Kazan, no Tartaristão em janeiro de 2018.| Foto: EFE/ Alexey Nikolsky- Sputnik / Kremlin

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, embarcou nesta quinta-feira (22) em um bombardeiro estratégico Tu-160M ​​modernizado, capaz de transportar armas nucleares, com o qual voou em direção desconhecida.

“O voo durou 40 minutos”, disse à emissora de televisão pública russa o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, recusando-se a dar detalhes sobre a sua rota, já que se trata de um “segredo de Estado”.

O presidente russo embarcou no bombardeiro, chamado Ilya Muromets (em referência a uma lenda russa), na pista da Fábrica Aeronáutica de Kazan, capital da república russa do Tartaristão.

Putin, de 71 anos, embarcou no avião por meio de uma escada especial, vestido com uniforme de piloto. No total, o voo durou 30 minutos, após os quais o bombardeiro retornou à Fábrica Aeronáutica de Kazan.

“Estamos recebendo novos equipamentos militares, são excelentes. Realmente, de nova geração”, disse o presidente após descer do bombardeiro e dar sua aprovação para que o avião fosse entregue às Forças Armadas.

Segundo o chefe do Kremlin, o bombardeiro modernizado tem melhores características de voo, que “até mesmo os neófitos, não profissionais, podem ver”.

Conforme se aproximam os dois anos da invasão à Ucrânia e os ataques de Moscou se tornam mais intensos, Putin também aumenta sua propaganda militar, com a finalidade de transmitir uma mensagem ao Ocidente, que segue enviando ajuda a Kiev.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.