Por que o Botafogo não convence mesmo com campanha 100% no Carioca? – 11/02/2016

0
Spread the love

Foram três vitórias em três jogos. A campanha do Botafogo nesse Campeonato Carioca deveria ser motivo de orgulho, mas, na verdade, ainda gera preocupação nos torcedores e comissão técnica. Afinal, porque o Alvinegro, mesmo com 100% de aproveitamento, não convence?

O primeiro motivo é o desmanche realizado na equipe no fim de 2015. Além de mandar quase todo o tempo campeão da Série B, a diretoria não conseguiu repor as peças com a qualidade esperada para a disputa de um Campeonato Brasileiro, que se inicia em maio .

E o mais preocupante é a qualidade apresentada pelos principais reforços do Botafogo neste início de ano. Damián Lízio foi contratado para ser o camisa 10, mas ainda não mostrou um bom futebol. Gervásio Yacaré Nunez já fez dois gols, mas ainda não tem total confiança da torcida.

Mesmo caso de Bruno Silva e Joel Carli, que chegaram com status de titular, mas ainda não entraram em campo nos jogos oficiais da temporada.

Com isso, o Botafogo precisa apostar em jogadores formados na categoria de base e outros que estavam encostados no elenco, casos de Airton e Gegê, por exemplo. O primeiro ganhou a confiança dos torcedores e vive o momento mágico, apesar de ter se lesionado diante do Macaé. O segundo, por outro lado, tem se destacado, mas sempre com os botafoguenses receosos com o próximo lance.

A diretoria está ciente do que vem ocorrendo com o Botafogo e ainda luta para se fortalecer neste mercado da bola. O atacante uruguaio Salgueiro, do Olímpia-PAR, foi contratado e chega ainda nessa semana. Rafael Moura, do Internacional, negocia e pode desembarcar em General Severiano.

Além desses, o Botafogo conta com dois jogadores que se recuperam de lesões no departamento médico. São os casos de Sassá e Neílton. O primeiro ainda ficou fora por mais três meses após cirurgia no joelho. Já o segundo, se recuperou de problema muscular e precisou de mais duas semanas para ser reintegrado.

Sobre o Autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *