Polícia de SP procura passageiro que fugiu após matar motorista de ônibus com tiro na cabeça; vítima se recusou a parar fora do ponto

0
Spread the love

Discussão com passageiro ocorreu após condutor se recusar a parar fora do ponto. Polícia analisa câmeras para tentar identificar assassino de Gabriel Moraes da Silva. Crime foi no domingo (7) no Itaim Paulista. Vítima será enterrada nesta terça (9) em Suzano. Motorista de ônibus é morto na zona leste de São Paulo
A Polícia Civil busca imagens de câmeras de segurança, ouve testemunhas e analisa pistas para tentar identificar, localizar e prender passageiro que matou um motorista de ônibus Gabriel Moraes da Silva com tiro na cabeça, na Zona Leste de São Paulo. O crime foi cometido na noite de domingo (7). O assassino fugiu depois e é procurado.
Motorista de ônibus é baleado na cabeça e morto por passageiro após se recusar a parar fora do ponto em SP
Segundo outros passageiros que estavam no coletivo, um homem não identificado estava dentro do veículo e discutiu com o condutor. O motivo da discussão foi o fato de o motorista não ter parado o ônibus fora do ponto na Rua Visconde Aljezur, no Itaim Paulista, como o passageiro queria.
Após a recusa, o passageiro sacou uma arma e disparou contra o rosto de Gabriel. A vítima tinha 26 anos, era casada e deixa três filhos e um enteado.
Após ser atingido pelo disparo, o motorista perdeu o controle do veículo e bateu o coletivo em duas casas. Gabriel não resistiu e morreu no local.
Uma passageira do ônibus se machucou com a batida e foi levada de ambulância para um hospital. Seu estado de saúde não foi informado.
A ocorrência foi atendida pela Polícia Militar (PM). O caso foi registrado como homicídio qualificado por motivo fútil e colisão de veículo no 50º Distrito Policial (DP), Itaim Paulista.
Segundo a investigação, o coletivo não tem câmera de monitoramento que grava.
Procurada pela reportagem para comentar o assunto, a SPTrans, empresa municipal que regula o transporte de ônibus na capital paulista, lamentou a morte do motorista e informou que está colaborando com à investigação policial.
“A SPTrans lamenta e repudia o injustificável ato de violência registrado na noite do último domingo, envolvendo um ônibus da Transunião que operava pela linha 2007/10 Cid. Kemel II – CPTM Itaim Paulista. A gestora do transporte municipal está à disposição das autoridades policiais para auxiliar no que estiver ao seu alcance no decorrer das investigações”, informa a nota da empresa.
Motorista de ônibus Gabriel Moraes da Silva foi morto por passageiro com tiro na cabeça
Reprodução
“É com profundo pesar que comunicamos o falecimento de nosso colaborador, Gabriel Moraes da Silva, ocorrido no dia 07/07/2024, às 21:22, no bairro Kemel II, São Paulo. Gabriel estava em serviço, operando o veículo de prefixo 36184 na linha 2007/10, quando foi tragicamente vítima de um incidente que está sob investigação pelas autoridades competentes. A Transunião Transportes está colaborando integralmente com as investigações e já designou um representante para prestar o devido apoio à família de Gabriel. Até o presente momento, não dispomos de informações sobre os detalhes do velório. Expressamos nossas mais sinceras condolências à família e aos amigos do Gabriel. Que encontrem força e consolo neste momento tão difícil”, informa nota da empresa Transunião Transportes.
O corpo de Gabriel será enterrado nesta terça-feira (9) em cemitério de Suzano, na região metropolitana de São Paulo.
Corpo de motorista de ônibus morto por passageiro após se recusar a parar fora do ponto é velado na Grande SP
Passageiro discutiu e matou motorista de ônibus com tiro na cabeça na Zona Leste de São Paulo
Reprodução/TV Globo

Sobre o Autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *