PM detém 12 acusados de agredir dois funcionários de boate em SP: segurança sofreu 20 golpes de canivete e recebeu ofensas racistas

0
Spread the love

Um segurança da boate foi ferido com golpes de canivete e o outro empregado do estabelecimento acabou levando chutes e socos quando tentou defender o colega. Detidos responderão por tentativa de assassinato. Três deles são adolescentes. Central de Flagrantes do 91º DP, na Zona Oeste
Marcelo Mora/G1
Uma briga ocorrida perto de uma boate na Lapa, na Zona Oeste de São Paulo, terminou com 12 pessoas detidas pela Polícia Militar (PM) no último domingo (7), sendo três adolescentes. O grupo foi acusado de agredir dois funcionários da casa de shows. As vítimas têm idades entre 35 e 38 anos.
Um segurança da boate foi ferido com 20 golpes de canivete e o outro empregado do estabelecimento acabou levando chutes e socos quando tentou defender o colega.
De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP):
Duas mulheres atravessaram a rua em direção à boate quando começaram a chutar diversos veículos estacionados;
Em um dos carros, estava um dos funcionários da boate, que começou a discutir com as duas mulheres;
As mulheres começaram a gritar por socorro, fingindo que estavam sendo agredidas;
Na sequência, o restante do grupo surgiu e começou a atacar os funcionários com socos, chutes e facadas, estendendo as agressões para outro empregado do estabelecimento;
Um dos homens foi ferido com 20 golpes de canivete;
Além das agressões físicas, o grupo fez ofensas e xingamentos racistas para o segurança, que é negro.
As vítimas foram socorridas e encaminhadas ao Hospital Geral da Vila Penteado e para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Rio Pequeno. O homem que recebeu os golpes de canivete foi atendido e liberado; o outro permanecia internado.
Celulares e canivetes encontrados com os agressores foram apreendidos para exames periciais solicitados ao Instituto de Criminalística (IC) e ao Instituto Médico Legal (IML).
A Polícia Civil investiga o caso. Ele foi registrado como “preconceitos de raça ou de cor, corromper ou facilitar a corrupção de menor de 18 anos, dano, falsa identidade, lesão corporal e tentativa de homicídio” no 91º Distrito Policial (DP), Vila Leopoldina.
Os adultos foram presos em flagrante, sendo solicitada à Justiça a conversão para prisão preventiva. Os adolescentes acabaram apreendidos e foram encaminhados a um representante do Ministério Público (MP) com solicitação de internação provisória. O caso será investigado pelo 7º DP, Lapa.

Sobre o Autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *