Motorista de ônibus sofre injúria racial em Belo Horizonte – Notícias
Motorista de ônibus sofre injúria racial em Belo Horizonte – Notícias

Um motorista de ônibus de 27 anos foi vítima de injúria racial pela segunda vez, em menos de um mês, praticada por um mesmo homem, um idoso de aproximadamente 70 anos, nessa terça-feira (5), no bairro Anchieta, na região Centro -Sul de Belo Horizonte. A Polícia Civil instalou um inquérito para investigar o caso.

Uma confusão aconteceu pelo mesmo motivo do dia 9 de novembro. O motorista de um Chevrolet Onix, identificado como Carlos Alberto Passos da Cunha, estacionou o carro em um ponto de embarque e desembarque de passageiros da linha 2103 (Prado/Anchieta). Assim como da primeira vez, o condutor do coletivo, Caio Silva Freitas buzinou para que o condutor retirasse o veículo, mas isso não aconteceu. O profissional, então, desceu do ônibus e, ao reconhecer o motorista, começou a filmar.

Revoltado em ser repreendido, o idoso pegou uma barra de ferro e foi para cima de Caio, assim como da outra vez, quando agrediu o motorista fisicamente. “Macaco, pobre, vagabundo”, atacou o suspeito, conforme as pessoas registradas com o celular da vítima. Desta vez, porém, o condutor do coletivo conseguiu escapar das agressões.

Após as ameaças, Carlos fugiu no carro. O motorista, então, registrou uma ocorrência na Delegacia Especializada de Investigação de Crimes de Racismo, Xenofobia e Intolerâncias Correlatas. No próximo dia 12, inclusive, Caio e testemunhas irão prestar depoimento sobre o primeiro caso. Agora, o motorista do Onix, que não foi encontrado para falar sobre as denúncias, deve responder a dois inquéritos. A previsão é de que ele seja intimado pela Polícia Civil.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.