Europa aprova nova vacina contra dengue

0
Mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue

UMA Agência Europeia de Medicamento (EMA, na sigla em inglês), fiquei nesta quinta-feira, 8, uma vacina desenvolvida pelo laboratório japonês Takeda contra a dengue. Chamado de Qdenga, é o segundo imunizante contra a doença transmitida pelo mosquito Aedes aegiphtyrelativamente comum na Europa e endêmica em diversos países da América do Sul, África e Oceania.

De acordo com a EMA, a vacina foi projetada para uso em pessoas com 4 anos ou mais para prevenir qualquer um dos tipos de dengue, doença que normalmente não se apresenta de maneira grave, mas pode levar à morte. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 20 mil pessoas morrem todos os anos em decorrência de dengue, cuja forma mais grave é a hemorrágica.

A Qdenga segue a Dengvaxia, do laboratório francês Sanofi, que foi a primeira vacina contra a dengue do mundo e que garantiu sua primeira aprovação em 2015. Entretanto, o uso da vacina francesa foi consideravelmente reduzido depois que a empresa revelou, em 2017, que o imunizante aumentou o risco de doenças graves em crianças não expostas anteriormente à dengue quando receberam a vacina.

Quanto à vacina da Takeda, os dados de um ensaio clínico apreciado que ela pode induzir respostas imunológicas em grau variado contra todos os quatro tipos de dengue. Comparada à Dengvaxia, a vacina da Takeda mostra uma proteção mais ampla para crianças pequenas e pessoas com mais de 45 anos, informou os reguladores de saúde da União Europeia em outubroquando recomendaram autorizar a Qdenga.

A Takeda espera que sua vacina gere entre US$ 700 milhões e US$ 1,6 bilhão em vendas ao longo de vários anos.

Sobre o Autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *