Eleição fora de época ocorre em cinco cidades brasileiras

0
Cargos do Executivo e do Legislativo estão em disputa

No domingo 11, cinco cidades brasileiras vão realizar uma espécie de “eleição fora de época”. Isso porque alguns políticos que chegaram ao poder em 2020 foram cassados ​​por irregularidades. A votação automática entre 8 horas e 17 horas.

Os escolhidos serão prefeito e vice-prefeito em quatro municípios: Baixio (CE), Divisa Alegre (MG), Leme (SP) e Ribeirão Pires (SP). Já em Monte Horebe (PB), as cadeiras de nove vereadores serão disputadas nas câmaras.

“Eleição fora de época”

Em 2022, 23 municípios já serão eleições suplementares. No ano que vem, Viseu (PA), Iguatu (CE) e Pacujá (CE) devem realizar novas disputas com obrigações válidas até 31 de dezembro de 2024. O Tribunal Superior Eleitoral divulga os resultados por meio do site Divulga. As informações sobre os candidatos ficam disponíveis na plataforma DivulgaCandContas.

Uma das cidades em que disputará para prefeito terá candidato único. É o caso de Leme, onde Claudemir Borges (PSD), prefeito interno, concorreu para se manter no cargo. Nas demais, a disputa se dará entre mais candidatos:

  • Baixio: Zico (PDT) e Kacilda (PT);
  • Divisa Alegre: Demir da Loja (PP – Anulado sub judice) e Patryck Bahia (PSD);
  • Ribeirão Pires: José Carlos Agnello (MDB), Carlos Sacomani (PMB), Guto Volpi (PL), Amigão D’Orto (PSB) e Gabriel Roncon (Cidadania).

Sobre o Autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *