Com 6,5% da população do estado, Vale do Paraíba e região têm quase um quarto das mortes por dengue em SP

0

[ad_1]


Vale do Paraíba e região bragantina têm 46 das 645 cidades de SP, mas soma uma grande parcela das mortes por dengue no ano. Mesmo assim, região não recebeu nenhuma dose da vacina. O Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue, visto através de microscópio eletrônico na Fiocruz.
AP Photo/Felipe Dana
Mesmo com apenas 6,5% da população do estado paulista, as cidades do Vale do Paraíba e região bragantina concentram quase um quarto do número total de mortes por dengue em São Paulo neste ano.
✅ Clique aqui para seguir o canal do g1 Vale do Paraíba e região no WhatsApp
A região compreende 46 cidades, que, segundo o Censo de 2022 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), somam 2,9 milhões de habitantes – 6,5% da população total do estado (645 cidades), que é de 44,4 milhões.
Em relação à dengue, porém, a região tem uma parcela muito mais significativa em relação ao estado. São 97 mortes (confira a lista por cidades abaixo) das 416 registradas em SP neste ano. A parcela representa 23,3% do número total.
O número de casos confirmados também chama atenção na região, que até o momento teve 109.471 casos de dengue no ano. O número é 15,1% dos 723.819 casos em todo o estado paulista.
O Vale do Paraíba e região bragantina também têm uma grande parcela dos casos de dengue grave – são 177 casos confirmados, o que representa 20,3% do total de 870 no estado.
Mosquitos Aedes aegypti no laboratório Oxitec.
REUTERS/Paulo Whitaker
Região sem vacina
O Vale do Paraíba e região bragantina têm 46 das 645 cidades de SP, mas soma uma grande parcela das mortes por dengue no ano. Mesmo assim, a região não recebeu nenhuma dose da vacina.
Por conta da alta de casos em todo o país neste ano, o Ministério da Saúde iniciou a distribuição de doses para cidades do país aplicarem na rede pública.
Vacina contra a dengue
Vivian Honorato/Prefeitura de Londrina
No entanto, nenhuma cidade da região recebeu doses. Acionado pela reportagem da TV Vanguarda, o Ministério da Saúde informou que nenhum município do Vale e região bragantina ‘preenche os requisitos para receber as doses da vacina’.
Confira a nota na íntegra:
“O Ministério da Saúde acordou, em conjunto com Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), os critérios para a definição dos municípios que receberam as primeiras doses da vacina de dengue, seguindo as recomendações da Câmara Técnica de Assessoramento em Imunização (CTAI) e da Organização Mundial da Saúde (OMS).
Sendo assim, quatro critérios foram estabelecidos. São eles:
Municípios de grande porte, com população residente igual ou superior a 100 mil habitantes;
Maiores taxas de incidência anual média nos últimos 10 anos. A partir desta lista, as regiões de saúde foram selecionadas;
Predominância do sorotipo DENV-2, que está associado à maior incidência de casos graves da doença; e
Número de casos registrados a partir de julho/2023.
O número de regiões de saúde incluídas nessa primeira etapa foi limitado pela quantidade de doses de vacina previstas para 2024. Cabe destacar que os demais municípios brasileiros receberão a vacina assim que o Ministério da Saúde tenha mais doses disponíveis.
A Pasta reforça que assegurar a adequada assistência à população é uma prioridade da atual gestão. Até o momento, o Ministério liberou R$ 93,5 milhões por meios das portarias para estados e municípios que institui recursos para localidades que decretarem emergência, seja por dengue ou outras emergências sanitárias. Os repasses ocorrem mensalmente. Os recursos são parte do R$ 1,5 bilhão reservado para esse fim.
De acordo com as definições feitas pelas organizações vigentes, nenhum dos municípios do Vale do Paraíba, Região Bragantina, Litoral Norte e Região Bragantina preenchem os requisitos para receber as doses da vacina.”
Mortes por dengue no Vale e região
São José dos Campos: 32
Jacareí: 22
Taubaté: 17
Pindamonhangaba: 9
Caçapava: 5
Bragança Paulista: 3
Ubatuba: 3
Bom Jesus dos Perdões: 1
Cachoeira Paulista: 1
Guaratinguetá: 1
Roseira: 1
Santa Branca: 1
Tremembé: 1
Veja mais notícias do Vale do Paraíba e região bragantina

[ad_2]

Sobre o Autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *