Boeing aceita se declarar culpada de conspiração para fraudar governo americano no processo de certificação do 737 Max

0
Spread the love

As autoridades americanas provaram que os desastres na Indonésia, em 2018, e na Etiópia, cinco meses mais tarde, ocorreram porque a Boeing pulou etapas no desenvolvimento do avião. Boeing aceita se declarar culpada de fraudar o processo de certificação do 737 Max
A Boeing aceitou se declarar culpada de conspiração para fraudar o governo americano durante o processo de certificação do avião modelo 737 Max.
As autoridades americanas provaram que os desastres na Indonésia, em 2018, e na Etiópia, cinco meses mais tarde, ocorreram porque a Boeing pulou etapas no desenvolvimento daquele modelo e escondeu que ele exigia mais treinamento dos pilotos.
Na época, a empresa pagou multa de R$ 14 bilhões e se comprometeu a adotar novos padrões de segurança. Mas não adotou. Agora, a Boeing vai pagar mais R$ 2 bilhões e um auditor independente vai acompanhar a empresa durante três anos.
Avião 737 Max
Reprodução/TV Globo
LEIA TAMBÉM
Como a Boeing deve ser punida, após admitir culpa em quedas que mataram 346 pessoas

Sobre o Autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *