Alunos brasileiros vencem torneio mundial de robótica com sistema que ensina tocar violão sem o instrumento; conheça projeto

0
Spread the love

Equipe de Franca (SP), com estudantes dos ensinos fundamental e médio, conquistou principal título de competição realizada nos EUA. Ao todo, participaram cerca de 80 times. Uma equipe formada por alunos do Sesi de Franca (SP) conquistou na última semana o First Lego League Challenge, torneio mundial de robótica realizado na Califórnia, nos Estados Unidos. Entre as etapas que levaram à conquista, esteve a apresentação de um sistema desenvolvido pelos estudantes que ensina pessoas a tocarem violão sem precisarem do instrumento.
📲 Faça parte do canal do g1 Ribeirão e Franca no WhatsApp
A equipe do Sesi de Franca que viajou para Long Beach foi formada por oito alunos, sendo sete do ensino fundamental II e um, que é o mentor, do ensino médio, além de um técnico. Eles enfrentaram cerca de 80 times do próprio Estados Unidos, China, entre outros países.
Com base no tema de desenvolver um projeto para fazer pessoas aderirem a um hobby, os alunos tiveram de encarar três fases, que envolveram:
apresentação de um projeto de inovação ligado ao tema;
apresentação da engenharia de um robô autônomo desenvolvido; e
desempenho do robô para pontuar dentro de uma arena em missões.
Sistema desenvolvido por estudantes do Sesi de Franca (SP) ensina pessoas a tocarem violão sem precisarem do instrumento.
Arquivo pessoal
🏆Título principal com projeto de IA
A boa performance nas três fases fez com que a equipe de Franca ficasse em primeiro lugar no Champions Award, que é o principal título do torneio. Além disso, conquistou a segunda posição na fase de desempenho de robô.
Allef Silva, analista técnico que fez a gestão da equipe, destacou ao g1 que o projeto que usa inteligência artificial para ensinar a tocar violão sem precisar do instrumento em si foi um dos principais destaques na conquista do prêmio principal.
“Nossos alunos desenvolveram um sistema com câmera capaz de fazer com que qualquer pessoa que não saiba tocar violão consiga aprender o básico, introduzir na música de maneira básica em poucos minutos, porque a gente sabe que é uma grande barreira o começo.”
Equipe do Sesi de Franca (SP) conquistou a edição de 2024 do First Lego League Challenge, torneio mundial de robótica realizado na Califórnia, nos Estados Unidos
Reprodução
🤖 Como funciona o sistema?
Segundo Allef, o sistema capta os movimentos realizados pelas pessoas através de uma câmera e indica se estão corretos ou não.
“É um hardware, com uma câmera, que utiliza inteligência artificial para detectar o movimento dos braços de uma pessoa. A pessoa consegue tocar violão no ar, sem ter o instrumento, e ele reproduz as notas, o ritmo da pessoa. É uma tecnologia para quem está iniciando na prática musical. É uma introdução para quem quer aprender a tocar o instrumento.”
👣 Próximos passos
A tendência, de acordo com o analista, é de que o projeto seja incorporado ao programa de patentes do próprio Sesi. Por outro lado, ele garante que, ao menos neste primeiro momento, o objetivo não será comercializar o sistema.
“O Sesi tem um programa de patente para alunos. O próximo passo seria tentar introduzir esse projeto no programa, porque o Sesi vai assegurar os direitos das crianças futuramente, caso alguma empresa tenha interesse em comprar o projeto ou até mesmo trazer dentro de uma parceria. A gente não visa nada comercial neste momento, é tudo puramente educacional.”
Estudantes do Sesi de Franca viajaram para a Califórnia, nos Estados Unidos
Arquivo pessoal
Veja mais notícias da região no g1 Ribeirão Preto e Franca
VÍDEOS: Tudo sobre Ribeirão Preto, Franca e região

Sobre o Autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *